Briga em baile funk deixa homem ferido no peito

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 22 de outubro de 2012 as 17:20, por: cdb

Segunda-feira, 22 de outubro de 2012, atualizada às 09h15

Briga em baile funk deixa homem ferido no peito

Lorranna Medeiros
*Colaboração

Um homem de 33 anos foi baleado no peito, na madrugada desta segunda-feira, 22 de outubro, no bairro Costa Carvalho, após uma briga ocorrida em um baile funk na avenida Brasil, região central de Juiz de Fora.

De acordo com o boletim de ocorrências da Polícia Militar (PM), a vítima teria se envolvido em uma briga dentro do evento, e ao chegar em sua residência, dois jovens, de 18 e 19 anos, que estavam em uma moto, falaram que iriam matá-lo. Foi então que, segundo os policiais, um dos jovens atirou no peito do homem.

O homem recebeu os primeiros atendimentos na Regional Leste e foi levado para o Hospital de Pronto Socorro (HPS). Segundo a assessoria de comunicação da Secretaria de Saúde, ele sofreu perfuração no tórax e ficou internado na sala de urgência. O paciente estava lúcido, orientado e respirava normalmente. O estado de saúde dele era considerado estável.

Ainda de acordo com a PM, os autores foram encontrados, o primeiro enterrando a arma do crime em um terreno baldio, e o outro tentando fugir na moto. Eles foram presos e conduzidos para a Delegacia. Já a arma e a moto foram apreendidas.

Dupla é presa com R$ 16 mil em moeda falsa no Centro de Juiz de ForaAssaltantes levam mais de R$ 3 mil de loja no CentroPM prende 12 pessoas com crack, maconha e haxixe durante operaçãoTaxista é assaltado no bairro Vila Ideal

Um motorista de táxi, de 25 anos, foi assaltado na avenida Francisco Valadares, no bairro Vila Ideal, na madrugada desta segunda-feira, 22 de outubro. De acordo com a PM, dois rapazes solicitaram uma corrida no Centro para o bairro Olavo Costa e, ao chegarem próximo ao Matadouro Municipal, os dois autores armados, anunciaram o assalto e roubaram R$ 200. Após o roubo, os rapazes fugiram a pé em sentido ao bairro Olavo Costa. Os policiais realizaram rastreamento, mas não encontraram os assaltantes.

*Lorranna Medeiros é estudante do 7º período de Jornalismo do CES