Brasil x Argentina na final da Mercosul

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 29 de novembro de 2001 as 02:48, por: cdb

Flamengo e Grêmio se enfrentam no Olímpico pela segunda partida da semifinal da Mercosul. O tricolor gaúcho venceu a Copa do Brasil e o Campeonato Gaúcho, já o rubro-negro conquistou o Campeonato Carioca e a Copa dos Campeões. Mas os dois times já se enfrentaram em outras semifinais, três vezes na Copa do Brasil e uma vez nas Libertadores, e o time gaúcho sempre levou a melhor. E o Grêmio tem a chance de fazer permanecer esse tabu por mais tempo, pois decidirá a vaga para a final em casa. Mas o time carioca tem a seu favor o ataque, que já marcou 17 gols, o melhor ataque da competição. Porém, o artilheiro do time não é atacante e sim o zagueiro Juan, com cinco gols.
Pela primeira vez a final da Mercosul não vai ser decidida entre clubes brasileiros, pois o Corinthians deixou escapar a chance de fazer permanecer a tradição e de chegar pela primeira vez em uma final de um campeonato sul-americano. O Timão perdeu de 4 a 1 para o San Lorenzo, na Argentina.
Apenas uma vitória simples separa o Grêmio e Flamengo da final, que será nos dias 12 e 19 de dezembro. Caso aconteça um empate, o jogo será decidido nos pênaltis. Quem vencer joga contra o San Lorenzo, da Argentina.
Mas o tricolor sabe que a partida não está ganha pelo simples fato de estar em casa, pois o time carioca é muito forte e tem muita tradição. A única alteração da escalação do time gaúcho para o jogo passado é a entrada de Fábio Baiano no lugar de Cláudio Pitbull. Baiano, que além de ter mudado o ritmo do jogo quando entrou, fez o gol de empate.
O treinador do Grêmio, Tite, treinou cobranças de pênalti se precavendo para o que pode acontecer. Zinho, Marinhos, Polga e Fábio Baiano tiveram o melhor aproveitamento.
Carlos Alberto Torres, treinador do Flamengo, jogará com a mesma formação do jogo de ida no Maracanã. Beto que está se recuperando de uma gripe joga e Cássio é dúvida, pois levou uma pedrada depois do jogo contra o São Caetano.

Árbitro: Oscar Ruiz, da Colômbia.
Grêmio: Danrlei; Marinho, Polga e Roger; Pedrinho, Émerson, Gavião, Zinho e Rubens Cardoso; Luís Mário e Fábio Baiano.

Flamengo: Júlio César; Alessandro, Juan, Fernando e Cássio; Jorginho, Rocha, Beto e Petkovic; Edílson e Reinaldo.