Brasil tem mais de 54 mil farmácias e 52 mil padarias

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 6 de julho de 2003 as 09:10, por: cdb

Brasil tem mais farmácias que padarias. Uma em cada esquina, mas não se trata de padaria. Muitas vezes, são duas no mesmo quarteirão e até uma do lado da outra. As farmácias proliferam nas grandes cidades. Em todo o Brasil, há 54.879, segundo o Conselho Federal de Farmácia. É pouco mais do que as 52 mil padarias do País. Será que os brasileiros precisam de tantas farmácias?

Os farmacêuticos são enfáticos: é hora de controlar a abertura de novas farmácias. No Brasil, o negócio é livre. “A lógica é comércio, não prestação de um serviço de saúde”, denuncia Álvaro Fávaro Júnior, da diretoria do Conselho Regional de Farmácia de São Paulo (CRF-SP).

Além de numerosas, as farmácias estão mal distribuídas.

– Elas se concentram nas grandes e médias cidades das Regiões Sul e Sudeste. A distribuição é precária no Norte e no interior dos Estados – diz a farmacêutica Clair Castilhos Coelho, especialista em saúde pública e professora da Universidade Federal de Santa Catarina.

Sul e Sudeste acumulam 36.719 farmácias e drogarias, mais da metade do total do País. No Norte, são 2.554.
Na capital paulista, a concentração de farmácias chega ao extremo de duas lojas de grandes redes disputarem o cliente uma do lado da outra. A Drogaria São Paulo e a Droga Raia são vizinhas na Avenida Heitor Penteado, zona oeste. Nenhuma das duas redes quis comentar a localização tão próxima das lojas.

– Há muitas farmácias na cidade. Não sei se o consumidor ganha com a concorrência – diz a dona de casa Amélia Kayo, de 54 anos.

Só no bairro onde ela mora, a Vila Mariana, uma rede detém quatro lojas. Fora as de outras redes e os pequenos estabelecimentos.