Brasil se preocupa com extensão da guerra

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 14 de abril de 2003 as 16:42, por: cdb

O ministro de Relações Exteriores, Celso Amorim, disse nesta segunda-feira que a ameaça de extensão do conflito do Iraque para outros países do Oriente Médio, entre eles a Síria, é altamente preocupante.

Ele alertou que é necessário tomar cuidado antes de antecipar “excessivamente” interpretações de eventuais atitudes dos Estados Unidos em relação à questão.

“É necessário, primeiro, ver quais os objetivos, já que hoje é difícil saber se eles servem mais para, digamos, convencê-los (a Síria) a ter certo comportamento ou, segundo, se realmente significa uma ameaça de alargamento do conflito”, disse o ministro depois de participar de uma reunião fechada com representantes da indústria nacional em São Paulo. “Se for essa segunda hipótese, seria altamente preocupante.”

O chanceler afirmou esperar que o conflito no Iraque termine o mais rápido possível e com menos mortes de civis inocentes. “Esperemos que a situação do Iraque se normalize com a participação importante das Nações Unidas, não só na parte física de construção do país, mas também na parte política. Caso contrário, não vai ser possível criar o ambiente necessário de paz no Oriente Médio como um todo”, disse.