Brasil quer acesso global ao tratamento da Aids

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 3 de abril de 2003 as 20:14, por: cdb

O Brasil pedirá, no II Fórum em HIV/Aids e DST da América Latina e Caribe, que será realizado na capital cubana entre os próximos dias 7 e 12, o acesso global ao tratamento da doença.

O coordenador do Programa Nacional de DST/Aids, Paulo Roberto Teixeira, tentará conseguir da Organização Mundial de Saúde (OMS) um compromisso maior com projetos de tratamento em países onde os anti-retrovirais ainda não são distribuídos à população infectada, assinala uma nota do programa.

A conferência de Havana discutirá, entre outros temas, a importância do acesso ao tratamento como direito humano e dever dos governos.

“Vamos continuar defendendo a fabricação local e importação de genéricos para a Aids, para ampliar o acesso ao tratamento nos países em desenvolvimento”, disse Teixeira.

Além do coordenador, 16 técnicos da Coordenação Nacional de DST/Aids participarão do fórum, durante o qual vão apresentar aspectos da doença e suas conseqüências.