Brasil pensa em comprar gás da Argentina

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 27 de outubro de 2003 as 18:47, por: cdb

A secretária de Petróleo e Gás do Ministério de Minas e Energia, Maria das Graças Foster, disse que o Brasil estuda a possibilidade de comprar gás da Argentina, que entraria pelo sul do país por meio do gasoduto TSB.

– Estamos conversando com a Argentina sobre a possibilidade de importar gás, o que permitiria a conclusão do gasoduto TSB – disse.

A secretária explicou que, em uma primeira fase, até 2006, seriam transportados 4,4 milhões de metros cúbicos ao dia de gás argentino até usinas térmicas no Rio Grande do Sul. Posteriormente, até 2009, o gás chegaria ao Paraná, transportando 6,5 milhões de metros cúbicos diários do insumo.

Maria das Graças ressalta que o preço do gás argentino é “mais competitivo que o da Bolívia”. Segundo a secretária, o gás importado da Argentina teria aplicação industrial, residencial, de geração de energia e também para a indústria petroquímica.

A secretária participou de seminário do Projeto Brasil, sobre o mercado de gás natural.