Brasil é forte candidato a Olimpíadas de 2012

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 25 de dezembro de 2003 as 14:51, por: cdb

O secretário nacional de Esportes de Alto Rendimento, André Almeida Arantes, disse que o Brasil nunca esteve tão dentro da disputa para sediar as Olimpíadas de 2012 como hoje em dia. Segundo ele, o fato de o país já ter participado de outras candidaturas o coloca em posição de vantagem.

André Arantes faz uma avaliação positiva das ações da Secretaria de Esportes de Alto Rendimento, criada neste governo. Ele destaca o desempenho do Brasil nos Jogos Pan-Americanos de Santo Domingo, na República Dominicana. “A gente constata exatamente que o esporte de competição brasileiro vem subindo de nível. Em relação a Winnipeg (Pan de 1999), nós melhoramos o acúmulo de medalhas na casa de 22% a 25%”, afirma o secretário.

A secretaria tem projetos também a longo prazo, por meio do Plano Plurianual 2004-2007. Os dois principais programas são o Rumo ao Pan 2007, que compreende a infra-estrutura do campeonato, e o Potência Brasil no Esporte de Alto Rendimento, que congrega várias ações, como a descoberta de novos talentos, a preparação de recursos humanos, o pagamento de viagens de equipes a competições internacionais e o apoio às pessoas portadoras de deficiências que vão competir internacionalmente.

– O esporte brasileiro tem que ser encarado como algo sério”, disse Arantes. O secretário é também membro do Conselho Nacional de Esporte, que homologou na semana passada o novo Código Brasileiro de Justiça Desportiva. Ele acredita que a seriedade do esporte nacional está garantida pelo novo código. Além das penas mais rígidas, André elogia a inclusão de “noções sobre o antidopping, que estão no Código Mundial da Wadda e que não estavam incorporados ainda a esse código.