Brasil e EUA fecham acordo para pesquisas de energia nuclear

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 21 de junho de 2003 as 09:58, por: cdb

O porta-voz da Presidência do Brasil, André Singer, informou nesta sexta-feira que o ministro de Ciência e Tecnologia, Roberto Amaral, assinou um acordo com a Secretaria de Energia dos Estados Unidos que prevê a inclusão do Brasil nas pesquisas para o desenvolvimento da tecnologia de energia nuclear de quarta geração.

Singer explicou que se trata de uma energia teoricamente menos poluente e com menos risco de vazamento de radiatividade. Entre os países envolvidos nessas pesquisas estão o Japão e o Canadá.

Ainda nessa área, a ministra de Minas e Energia, Dilma Rousseff, assinou um protocolo de cooperação técnica com Washington que permitirá, principalmente, a cooperação dos EUA com Brasil nas áreas de pesquisa tecnológica e de planejamento e uso de energia renovável.

Segundo explicação da Dilma Rousseff, um dos principais interesses do Brasil é a exploração de oportunidades que resultarão da eventual aprovação da nova Lei de Energia dos Estados Unidos. Um dos principais tópicos dessa legislação é a obrigatoriedade do aumento dos níveis de aditivos de origem vegetal nos combustíveis, principalmente no diesel.

A ministra comentou que os EUA têm experiência com biodiesel elaborado a partir da soja e com etanol produzido a partir do milho como aditivo. O Brasil teria condições de oferecer aditivos a partir da mamona e do etanol.