Brasil e China ampliam intercâmbio cultural

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 25 de fevereiro de 2003 as 19:36, por: cdb

O ministro da Cultura, Gilberto Gil, discutiu hoje, com o vice-ministro da Cultura da China, Zheng Xinmiao, a ampliação do contato cultural entre o Brasil e a China. Xinmiao destacou a exposição China: “Os Guerreiros de Xi’an e os Tesouros da Cidade Proibida”, montada em São Paulo, como um exemplo do importante intercâmbio cultural entre os dois países.

A exposição foi aberta no último dia 21, com a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e se estende até 18 de maio. Estão expostas na Oca, no Parque do Ibirapuera, estátuas em tamanho natural de 5.000 anos e objetos em porcelana e bronze, de diferentes dinastias. As peças que mais chamam atenção dos espectadores são as treze estátuas em tamanho natural feitas em terracota, argila, que representam guerreiros chineses. É a primeira vez que esta exposição é apresentada no Brasil. Xinmioa manifestou interesse em que seja levada à China uma exposição representativa da cultura brasileira.