Brasil é campeão no desafio internacional de Judô

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 18 de outubro de 2009 as 12:23, por: cdb

A Seleção Brasileira de Judô levou o título do Desafio Internacional e animou a torcida em Vitória/ES fazendo 6 a 1 sobre os Estados Unidos e 4 a 2 na final contra a Argentina. Com o resultado o Brasil repete a medalha de ouro conquistada no último final de semana, em Maringá/PR, na primeira etapa da competição amistosa por equipes envolvendo os três países.

– Competir em casa me dá ainda mais motivação. Fico muito feliz em ver na arquibancada gente que me acompanha desde moleque. Acho que só fico nervoso mesmo com a presença do meu pai –, disse Nacif Elias Jr, prata no Grand Slam do Rio de Janeiro 2009 e titular da seleção no Mundial Sênior da Holanda, em agosto.

Nascido no Espírito Santos, o meio-médio foi o mais assediado por público e mídia que lotaram o ginásio Jones dos Santos Neves para assistir ao Desafio.

A equipe brasileira participou do Desafio com Ricardo Ayres (60kg), Leandro Cunha (66kg), Marcelo Contini (73kg), Nacif Elias Jr (81kg), Felipe Oliveira (90kg), Luciano Correa (100kg) e Walter Santos (+100kg) e foi comandada pelo técnico Luiz Shinohara. Argentinos e americanos chegaram ao Brasil na última semana para participar dos dois Desafios Maringá e Vitória) e de treinamento de campo envolvendo os três países, além de atletas convidados.

O Desafio Internacional acontece simultaneamente ao Campeonato Brasileiro Sênior. No sábado, já foram conhecidos os campeões nacionais de 2009 das categorias +100kg, 100kg, 90kg, 81kg, 73kg, + 78kg, 78kg, 70kg, 63kg e 57kg. Neste domingo haverá lutas nos pesos 66kg, 60kg, 55kg, 52kg, 48kg e 44kg. Voltando aos tatames depois dos Jogos Olímpicos de Pequim 2008, Edinanci Silva levou a melhor entre as meio-pesado. Os outros campeões do primeiro dia foram: Katherine Campos (57kg), Mariana Barros (63kg), Maria Portela (70kg), Rochelle Nunes (+78kg), Bruno Silva (73kg), Guilherme Luna (81kg), Renan Nunes (90kg), Leonardo Leite (100kg) e Rafael Silva (+100kg).