Brasil deve vacinar mais de 10 milhões de idosos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 12 de abril de 2003 as 15:02, por: cdb

O Ministério da Saúde iniciou neste sábado, em todo o Brasil, uma campanha para vacinar pelo menos 10,5 milhões de pessoas acima dos 60 anos de idade contra a gripe. O público-alvo da campanha nacional, intitulada “Velho é o seu Preconceito” e que se estenderá até o dia 30 deste mês, representa 70% da faixa etária.

A campanha foi aberta oficialmente em João Pessoa, capital do estado da Paraíba, pelo ministro da Saúde, Humberto Costa, que vacinou velhinhos do Lar da Providência Carneiro da Cunha.

O governo federal investiu R$ 109,9 milhões na campanha. A maior parte do montante – R$ 94 milhões – foi usada na aquisição de 16,4 milhões de doses da vacina antigripe.

Todas as pessoas com idade a partir de 60 anos devem ser vacinadas para evitar as complicações decorrentes da gripe. A vacina só não é indicada para quem tem alergia à proteína do ovo e ao Timerosal (mercurocromo e mertiolate), portadores de doenças neurológicas ativas e indivíduos que tiveram Síndrome de Guillain Barré, doença que causa dores musculares e dificuldade respiratória.

O Ministério da Saúde destacou que, ao contrário do que muitos pensam, a vacina contra a gripe não aumenta o risco de a pessoa contrair a doença. Isso porque o vírus do imunizante é “inativado e fracionado”.

Os postos de saúde que farão a imunização contra a gripe também disponibilizarão aos idosos 3,5 milhões de doses contra tétano e difteria (dupla viral), 500 mil doses contra pneumonia bacteriana e 800 mil contra febre amarela.

Em São Paulo, a campanha foi aberta pelo governador Geraldo Alckmin, que é médico e aplicou a primeira vacina no cardeal emérito do estado, D. Paulo Evaristo Arns, de 81 anos.

Alckmin ressaltou que, além de evitar a gripe, a vacina fortalece o organismo do idoso, formando um bloqueio a problemas de saúde decorrentes da doença como, por exemplo, a pneumonia.

A expectativa é de que, no estado mais populoso do Brasil, 2,4 milhões de pessoas sejam vacinadas contra a gripe.

No Rio de Janeiro, o secretário estadual de Saúde, Gilson Cantarino, inaugurou a campanha em um centro de atendimento no bairro da Tijuca, na capital fluminense.

Em todos os 92 municípios do estado do Rio de Janeiro, as autoridades sanitárias contarão com 1,6 milhão de doses da vacina.