Brasil começa luta pelo hexa com vitória

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 7 de setembro de 2003 as 20:16, por: cdb

O Brasil começou bem sua caminhada rumo à Copa do Mundo de 2006, que irá acontecer na Alemanha. Neste domingo, a Seleção Brasileira derrotou a Colômbia por 2 x 1, no estádio Metropolitano Roberto Melendez, em Barranquilla, na estréia das Eliminatórias Sul-Americanas.

A vitória dá início ao planejamento feito pelo técnico Carlos Alberto Parreira, que acredita em um caminho mais fácil para os brasileiros desta vez.

Antes de conquistar o pentacampeonato mundial em 2002, no Japão, em final diante da Alemanha, o Brasil sofreu muito na fase classificatória. Três técnicos passaram pelo comandado da equipe – Wanderley Luxemburgo, Emerson Leão e Luiz Felipe Scolari – até garantir uma das vagas. Agora, de maneira inédita, o atual campeão do mundo está disputando o torneio preliminar.

A Seleção Brasileira também conseguiu manter uma escrita: não perder em uma estréia de Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo, que começou antes do mundial de 1954. Até aqui, foram cinco vitórias e quatro empates.

Os gols brasileiros foram anotados por Ronaldo, que completou 10 anos de sua estréia pela Seleção, e Kaká. Ambos estavam estreando pela Seleção Brasileira em Eliminatórias. Angel fez para a Colômbia.

Na próxima rodada, a Seleção Brasileira, única a vencer fora de casa na primeira rodada, tentará sua segunda vitória diante do Equador, na quarta-feira, no estádio Vivaldão, em Manaus. Os equatorianos estrearam com boa vitória sobre a Venezuela por 2 x 0, em Quito.

Já os colombianos, que ficaram fora da última Copa do Mundo, terão de se recuperar da derrota em casa contra a Bolívia, em La Paz. Os bolivianos, por sua vez, foram massacrados pelo Uruguai por 5 x 0, no estádio Centenário, em Montevidéu.

O jogo
A partida começou tensa para o Brasil em Barranquilla. Empurrada pelos torcedores, que lotavam o estádio Metropolitano Roberto Melendez, a Colômbia tentava pressionar a Seleção Brasileira, que, no entanto, se defendia bem.

Nas duas primeiras chances dos colombianos, Lúcio conseguiu afastar o perigo. Aos 3min, Patiño desceu pela direita e cruzou na área. O brasileiro despachou. Seis minutos depois, Crisalez faz excelente jogada individual pelo lado esquerdo, deixou Lúcio no chão, porém o zagueiro se recuperou e colocou para escanteio.

O Brasil respondeu aos 12min. Ronaldo driblou Yepes na área e tocou para Roberto Carlos. O lateral-esquerdo cruzou bola de pé direito e Rivaldo, dentro da pequena área, perdeu gol incrível chutando em cima de Córdoba. No contra-ataque, Angel ficou frente a frente com Dida, mas o goleiro brasileiro levou a melhor.

O ritmo, no entanto, não continuou assim. O forte calor em Barranquilla fazia a Seleção Brasileiro, no estilo defendido pelo técnico Carlos Alberto Parreira, tocar mais a bola, e esperar o momento certo. Depois de perder boa chance com Cafu, o Brasil abriu o placar.

Aos 22min, Roberto Carlos desceu pelo lado esquerdo e tocou para Zé Roberto, que cruzou rasteiro na área. Rivaldo atraiu a atenção da defesa colombiana e a bola sobrou para Ronaldo. O Fenômeno, livre de marcação, colocou de pé esquerdo no ângulo de Córdoba.

O gol deixou os colombianos desnorteados. A Seleção Brasileira começava a criar algumas oportunidades de ampliar o marcador. Em uma delas, aos 29min, Alex tabelou com Ronaldo, que lançou um pouco forte. Córdoba saiu antes para fazer a defesa. No lance, o goleiro acabou trombando com Martinez.

Aos 31min, Roberto Carlos fez excelente jogada individual pelo lado esquerdo e rolou para trás. Alex acertou chutou forte na entrada da área, mas Córdoba, bem colocado, fez boa defesa. O lance arrancou os aplausos da própria torcida colombiana.

Quando o Brasil estava melhor em campo, a Colômbia conseguiu igualar o placar. Aos 38min, Crisalez fez cruzamento despretensioso de pé esquerdo na marca do pênalti. O zagueiro Lúcio não subiu, e Angel cabeceou com facilidade para vencer Dida.

O