Bombeiros prosseguem no esforço para apagar incêndio em Santos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 3 de abril de 2015 as 12:28, por: cdb
incêndio
Vista aérea da coluna de fumaça em incêndio em tanques de combustíveis da Ultracargo em Santo

Após mais de 26 horas de esforços, os bombeiros ainda não conseguiram apagar o incêndio em quatro tanques de armazenamento de álcool e gasolina, da empresa Ultracargo, no terminal da Alemoa, em Santos, litoral paulista. Chamas altas e fumaça preta ainda são vistas a grande distância do Porto de Santos. O Corpo de Bombeiros faz o combate com o uso de um caminhão da Petrobrás que consegue aplicar oito mil litros de espuma por segundo.

Esse incêndio teve início às 10h da manhã de quinta-feira e ainda bloqueia um dos acessos ao Porto de Santos. Até o final da manhã, a corporação mantinha no local 24 viaturas e 80 homens.

Segundo nota divulgada pela prefeitura de Santos, 34 pessoas chegaram a ser atendidas pelos plantonistas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). O bombeiro Claudio Rodrigues Gonçalves, de 39 anos, foi encaminhado na quinta-feira para o Pronto Socorro da Santa Casa com lesão ocular provocada por uma fagulha. Mas, depois de passar por avaliação oftalmológica, foi liberado e passa bem.

Mais três pessoas tiveram ser encaminhadas para o Pronto Socorro Central de Santos, com crise nervosa, mas foram medicadas e liberadas em seguida. Não há nenhum paciente internado em razão desse incêndio, informa a nota do executivo municipal de Santos.