Bombeiros do Rio e Brasília firmam contrato nas áreas médica e odontológica

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 5 de setembro de 2003 as 18:26, por: cdb

O Secretário estadual de Defesa Civil e comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Carlos Alberto de Carvalho, e o comandante-geral do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal, coronel Luiz Fernando de Souza, assinaram na tarde desta sexta-feira, no Quartel Central do Corpo de Bombeiros, um contrato de prestação de serviços de assistência médico-hospitalar e odontológica a militares da ativa e inativos da corporação de Brasília que estejam no Rio. Serã atendidos também seus dependentes e pensionistas, com residência no Estado do Rio de Janeiro ou de passagem.

Serão beneficiados diretamente mil servidores, que poderão utilizar os serviços médicos do Hospital Central Aristarcho Pessoa, policlínicas militares e postos de atendimento, em regime ambulatorial e de hospitalização, assim como obter assistência pré e pós-operatória imediata e exames complementares especializados, na região metropolitana da capital e no interior do estado.

Do mesmo modo, estão disponibilizados serviços odontológicos a serem executados no âmbito da Diretoria-Geral de Odontologia do Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ), compreendendo consulta, tratamento preventivo, prótese, radiologia odontológica e demais procedimentos especializados.

– O CBMERJ dispõe de uma estrutura montada em todo o Estado do Rio de Janeiro que atende com eficiência aos interesses de sua congênere no Distrito Federal, beneficiando os servidores com cobertura médico-odontológica de qualidade e sem custos e propiciando aos bombeiros e seus dependentes segurança e proteção – explicou o coronel De Carvalho.

Durante a cerimônia, diante da presença de militares ativos e inativos de Brasília residentes no Rio, o coronel Luiz Fernando falou da emoção de fazer justiça com aqueles que outrora tanto trabalharam pela Corporação.

Em nome dos ativos e pensionistas, o coronel Jair Simplício, de 83 anos, dos quais 38 dedicados ao Corpo de Bombeiros, expressou sua alegria com o acordo: “desfrutar desse benefício é gratificante porque seremos atendidos em nossas necessidades, como reconhecimento de direito”.

O coronel De Carvalho referiu-se aos inativos como parte integrante da história da Corporação: – Todos são merecedores de reconhecimento e serão beneficiados ainda mais com a inauguração de nossas futuras policlínicas em Campo Grande, na Zona Oeste, e em Campos, no norte fluminense – finalizou.

Os custos decorrentes da prestação de serviços serão repassados ao Corpo de Bombeiros do Distrito Federal de acordo com tabelas estabelecidas pelo CBMERJ para seus contratos, incluindo sua rede credenciada de exames complementares, com valores bem abaixo dos praticados por clínicas particulares.