Bomba palestina mata mulher na Faixa de Gaza

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 24 de setembro de 2004 as 10:19, por: cdb

Uma bomba palestina disparada por morteiro atingiu nesta sexta-feira uma casa em um assentamento judaico na Faixa de Gaza, matando uma mulher e provocando mais ressentimento pelo plano do premiê Ariel Sharon de desocupar a área.

O grupo militante Hamas disse que conduziu o ataque contra Neve Dekalim, no sul da Faixa de Gaza. Na véspera, três atiradores palestinos mataram três soldados israelenses perto de um outro assentamento ao sul da área. O ataque desta sexta-feira aconteceu horas antes do início do Yom Kippur, o Dia do Perdão judaico.

O Exército disse que a mulher foi ferida em sua casa e levada para um hospital, onde acabou morrendo. Uma outra pessoa também ficou ferida. De acordo com a Rádio Israel, a mulher era uma visitante de Jerusalém.

Militantes disparam bombas e foguetes contra assentamentos judaicos em Gaza quase diariamente, mas fazia dois anos que um israelense não morria vítima de um deles na região.
Depois do incidente, soldados israelenses em Neve Dekalim dispararam contra o campo de refugiados de Khan Younis. Médicos disseram que dois palestinos, incluindo um menino de quatro anos, ficaram feridos.