Bomba explode em frente a um quartel da Guarda Civil em Roma

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 4 de novembro de 2003 as 17:13, por: cdb

Uma bomba explodiu nesta terça-feira em um quartel da Guarda Civil de Roma, ferindo um sub-oficial, enquanto outro explosivo, com as mesmas características, foi desativado na delegacia de Viterbo, no centro da Itália, segundo fontes oficiais.

O marechal, vítima da explosão, foi hospitalizado no Policlínico Umberto I com ferimentos considerados “sérios” no rosto e nas mãos.

A explosão ocorreu quando o sub-oficial, comandante do quartel, abriu uma correspondência.

Como os outros explosivos enviados nas últimas semanas em Roma e Cagliari (ilha de Sardenha) e atribuídos a grupos anarco-insurreicionalista, o artefato foi colocado dentro de uma caixa para video-cassete.

A outra bomba enviada à delegacia de Viterbo, 80 quilômetros ao noroeste da capital italiana, foi desativada por especialistas da polícia.

O encarregado pelas correspondências alertou ao ver o pacote suspeito.