Bolívia indignada com veto a jogos na altitude

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 28 de maio de 2007 as 10:49, por: cdb

A Bolívia considera um atentado a decisão da Fifa de proibir a disputa de partidas internacionais em estádios localizados acima de 2.500 metros de altitude.

– É um atentado ao esporte em seu conjunto – disse às redes locais de TV o porta-voz do Governo boliviano, Alex Contreras, sobre a medida anunciada no domingo pela Fifa.

Com a decisão, não apenas fica vetado o estádio Hernando Siles, de La Paz, situado 3.577 metros acima do nível do mar e onde a seleção boliviana costuma mandar seus jogos nas eliminatórias, mas também os de Oruro, Potosí, Cochabamba e Sucre.

– O presidente Evo Morales, como atleta exemplar que é, está muito preocupado com esta questão. Contreras anunciou que, durante essa segunda, Morales se reunirá com ministros, dirigentes esportivos e especialistas para divulgar a posição oficial que a Bolívia adotará em relação à Fifa.

A proibição foi estipulada pelo Comitê Executivo da Fifa, mas ainda precisa ser analisada pelo Congresso da entidade, cujas deliberações devem acontecer na quarta e na quinta-feiras desta semana.