BNDES: quase R$ 1 bi para trens em SP

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 11 de março de 2011 as 15:40, por: cdb

O empréstimo que o BNDEs concedeu para a melhoria do sistema de trens de subúrbio da Grande São Paulo (leiam nota acima) totaliza R$ 948,9 milhões a serem empregados na compra de 36 novos trens para a linha 8 (Diamante) da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).

O financiamento foi concedido a CTRENS Companhia de Manutenção, criada para executar os projetos de manutenção e fornecimento de trens na capital paulista, através de uma parceria público-privada (PPP). O governo federal banca, assim, mais trens em operação na Grande São Paulo, o que reduz o intervalo entre as composições e melhora o transporte público.

A frota de trens desta linha 8 concentra 20% dos usuários pagantes, com cerca de 432 mil passageiros. Ela é composta por 288 carros, mas 84 não estão em condições de operar, o que contribui para a superlotação do sistema.

A linha 8 tem 35,3 km de extensão e 20 estações, que servem o Oeste da região metropolitana da Grande São Paulo. Há ainda um trecho de 6,3 km de extensão com quatro estações até Amador Bueno, em Itapevi.

O projeto a ser desenvolvido com o financiamento faz parte do plano “Expansão SP”, que busca a modernização dos serviços de transporte público em São Paulo, Campinas e Baixada Santista. O prazo da parceria público-privada é de 20 anos com investimentos totais de R$ 1,5 bilhão.