Blair condena os atentados em Riad

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 13 de maio de 2003 as 23:36, por: cdb

O primeiro-ministro britânico, Tony Blair, condenou nesta terça-feira os atentados suicidas da véspera em Riad, e o Foreign Office pediu aos cidadãos britânicos que evitem viajar à Arábia Saudita.

– O primeiro-ministro condena vigorosamente este horrendo ataque e expressa seus sentimentos às famílias dos mortos e feridos – indicou o porta-voz de Blair.

O atentado matou 29 pessoas, incluindo sete americanos e nove terroristas suicidas, e feriu outras 194, segundo o governo saudita, mas os Estados Unidos estimam que haja entre 40 e 50 mortos.

O porta-voz de Blair destacou a necessidade de se estreitar a cooperação internacional na luta contra o terrorismo e relançar o processo de paz no Oriente Médio.

Paralelamente, a chancelaria britânica pediu aos seus cidadãos que evitem viajar à Arábia Saudita. “Após os três atentados suicidas em Riad, existe um alto risco de outras ações, em grande ou pequena escala, contra interesses ocidentais” no território saudita.