Blair alerta sobre implicação de veto no caso Iraque

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 11 de março de 2003 as 15:41, por: cdb

O primeiro-ministro britânico Tony Blair alertou a França e a Rússia, países que manifestaram intenção de rejeitar uma segunda resolução sobre Bagdá, que a decisão poderia deixar o líder iraquiano Saddam Hussein “a salvo”.

“Minha preocupação é que, se os países falarem de usar o veto em qualquer circunstância, a mensagem que se envia para Saddam é ‘você está a salvo’ e penso que isso é muito inapropriado”, destacou Blair.

O primeiro-ministro britânico passou a manhã reunido com representantes de Portugal e da Romênia, que apóiam a posição britânica e americana sobre o Iraque.

O premiê disse que se trabalha “dia e noite” para encontrar uma base comum entre os integrantes do Conselho de Segurança das Nações Unidas, apesar de a administração de Paris e a de Moscou declararem-se contra a medida.