Bilhetes eletrônicos chegam até o fim do ano

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 28 de setembro de 2004 as 00:46, por: cdb

Em breve as vans que circulam no Rio vão embarcar na bilhetagem eletrônica. Depois dos ônibus, é a vez de o transporte alternativo lançar mão de cartões magnéticos recarregáveis como forma de pagamento. Os passageiros de linhas municipais e intermunicipais poderão usar o Vanpass (cartão de débito automático ). O sistema será implantado em oito mil vans filiadas ao Sindicato dos Trabalhadores Autônomos em Transporte Alternativo (Sintral). A venda do Vanpass e a recarga de créditos serão feitas em postos do Sintral, shoppings, bancas de jornal e lojas cadastradas.

A previsão é que o sistema entre em operação na capital até o fim do ano. O projeto-piloto será lançado em novembro, em linhas da Região dos Lagos. Segundo Guilherme Biserra, presidente do Sintral, não haverá custos para os motoristas.

– O trabalho será feito pela a operadora do sistema. Cada veículo ganhará aparelho de leitura, e os cartões comprados pelos usuários.

O percentual da tarifa cobrada pelas vans destinado à operadora ainda não foi decidido, mas não ultrapassará os 9%.

-O Vanpass terá proteção contra roubos. Ao ser retirada do veículo, a máquina de leitura deixa de operar e os cartões podem ser sustados. O valor descontado do Vanpass é informado automaticamente à operadora. O dinheiro fica disponível na conta bancária do proprietário do veículo num prazo de 24 horas-informou Guilherme.

O sistema de transmissão de dados para a operadora é semelhante ao usado pelas empresas de cartão de crédito. O equipamento funciona como telefone celular e, através das linhas, são repassadas as informações. Caso a conexão caia, os dados ficarão armazenados na máquina. Além disso, a máquina emitirá recibo com o preço da tarifa, nome do motorista e os créditos existentes serão contabilizados automaticamente para o passageiro.