Beto pede aumento de salário

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 4 de janeiro de 2003 as 19:24, por: cdb

O meia Beto dificilmente renovará com o Fluminense o seu contrato, que terminou no dia 31 de dezembro. Além da diretoria tricolor estar relutante em aceitar sua contra-proposta, o jogador tem sondagens do Corinthians e de clubes do exterior, segundo seu empresário, Jorge Carvalho.

Enquanto a meta da diretoria tricolor é reduzir a folha salarial em 40% (de R$ 1 milhão para R$ 600 mil), o jogador pediu um aumento de mais de 30% no seu pagamento mensal (de R$ 60 mil para R$ 80 mil), além de R$ 400 mil de luvas.

“Ainda não descartamos oficialmente a proposta feita pelo Beto. A resposta final é do presidente David Fischel, mas nossa idéia era reduzir e não aumentar os salários”, afirmou o vice de futebol Marcelo Penha.

De acordo com Jorge Carvalho, as conversas com o Fluminense são mera formalidade – já que havia o compromisso de dar prioridade ao clube carioca -, pois as propostas do exterior são mais interessantes.

“Ficamos de negociar primeiro com o Fluminense. Se não houver acordo, voltaremos a conversar com os outros clubes, que já apresentaram boas ofertas para ter o Beto”, afirmou o empresário.