Bellucci conquista título internacional do ATP 250 na Suíça

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 23 de maio de 2015 as 16:15, por: cdb
Thomas Bellucci sobe no ranking da ATP
Thomas Bellucci sobe no ranking da ATP

O tenista brasileiro Thomaz Bellucci, de 27 anos, conquistou neste sábado o ATP 250 de Genebra, capital suíça. Ele derrotou o português João Souza por 2 sets a 0, parciais de 7/6 e 6/4. É o quarto título de simples na carreira do paulista, todos na série ATP 250.

– Ser campeão é a melhor sensação do mundo, porque dá a certeza de que tudo valeu a pena. Esse título é de todas essas pessoas e dos brasileiros que me dão apoio em todas partes do mundo – comemorou.

O primeiro set foi equilibrado, com duas quebras de serviço para cada lado. O português teve uma chance a mais, porém acabou desperdiçando e Bellucci saiu na frente.

Na segunda etapa, Souza teve um bom começo e chegou a abrir 3 a 1 de vantagem. Contando com um aproveitamento de 62% no primeiro serviço, Bellucci conseguiu reagir e fechou o set em 6/4.

Com o resultado, Bellucci subirá do 60º lugar no ranking para o grupo dos 50 melhores da Associação dos Tenistas Profissionais (ATP). Até agora, a melhor posição de Bellucci na listagem foi 21º, em 2010. A última conquista do paulista havia sido em 2012, no ATP de Gstaad (Suíça), onde ele também venceu em 2009. Em 2010, Bellucci levantou o troféu em Santiago, no Chile.

Nas duplas, o último triunfo foi em 2013, ao lado do argentino Facundo Bagnis, em Stuttgart (Alemanha).

O início de 2015 não foi fácil para Bellucci. Antes da disputa em Genebra, o paulista vinha de uma sequência de 14 derrotas em 25 jogos. O melhor resultado havia sido a disputa de semifinal do ATP 250 de Quito, no Chile, em fevereiro, quando foi derrotado pelo dominicano Victor Estrella Burgos.

Todas as conquistas do brasileiro no ranking mundial vieram no saibro, piso do próximo Grand Slam, o Aberto de Roland Garros. Bellucci estreia no simples contra o australiano Marinko Motosevic. Nas duplas, fará parceria justamente com o português João Souza.

– Agora é seguir pra Roland Garros com a confiança em alta e buscar outro bom resultado. Vou ter pouco antes da estreia em Paris, mas vamos buscar a melhor adaptação para estar pronto para mais esse desafio – concluiu.