Beira-Mar poderá ser deportado para os Estados Unidos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 3 de outubro de 2002 as 14:20, por: cdb

Secretário de Segurança Pública do Rio, Roberto Aguiar, reuniu-se na manhã de hoje com o cônsul geral dos Estados Unidos, Mark Bower. O objetivo do encontro é a busca por soluções jurídicas que permitam a transferência do traficante Fernandinho Beira-Mar para os EUA. A dúvida é se Beira-Mar poderia responder por crime de tráfico internacional de drogas.

Beira-Mar é, atualmente, parte de um grupo de bandidos procurados pelos EUA. Enquanto ele estiver em território brasileiro, porém, a Justiça americana nada poderá fazer porque uma lei no Brasil impede a extradição de seus cidadãos para julgamento no exterior.

Em 31 de maio, o presidente George W. Bush assinou um documento pondo Beira-Mar numa lista negra dos chefões estrangeiros do narcotráfico. Fazem parte dela pessoas que “representam uma ameaça à segurança nacional, à política externa ou à economia dos Estados Unidos”.

A transferência do traficante pode acontecer mesmo por um breve período, ainda não determinado, possivelmente até o fim das obras do presídio federal no Rio.