Batman é condenado a sete anos de prisão por posse de armas pesadas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 22 de outubro de 2009 as 12:52, por: cdb

O Tribunal de Justiça do Rio divulgou nesta terça-feira que o ex-policial Ricardo Teixeira Cruz, conhecido como Batman, acusado de fazer parte da milícia conhecida como Liga da Justiça, foi condenado a sete anos, 11 meses e seis dias de prisão por posse de arma de fogo.

Batman foi preso em flagrante no dia 13 de maio deste ano em sua casa, no bairro de Paciência, Zona Norte do Rio. Com ele, foram encontrados armas de fogo, carregadores, munições e artefatos explosivos, tudo de uso proibido e/ou restrito, entre eles duas pistolas, dois fuzis, 22 carregadores metálicos para fuzil, contendo inclusive projéteis capazes de perfurar blindagem, e três granadas.

Na diligência que resultou na prisão em flagrante foram ainda apreendidos no interior do imóvel um colete tático de nylon do tipo usado por policiais, um coldre tático de perna, duas toucas tipo ninja, uma bolsa para transporte de armas longas, uma bolsa de nylon para armazenamento de carregadores de fuzil, entre outros.

Na sentença, o juiz José Nilo Ferreira afirma ser o acusado “pessoa lamentavelmente nociva à sociedade, com personalidade diretamente voltada para as práticas delitivas, comprometida com a vida criminosa”.

Em outubro do ano passado, Batman fugiu pela porta da frente do presídio Bangu 8, no Complexo de Gericinó, em Bangu, Zona Oeste do Rio, onde cumpria pena por outros crimes.