Barrichello critica Interlagos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 2 de abril de 2003 as 11:09, por: cdb

Rubens Barrichello defendeu na terça-feira uma campanha para melhorar a imagem do Brasil no exterior, e destacou que uma das principais medidas a serem adotadas no meio do automobilismo é a melhoria das instalações do autódromo de Interlagos, em São Paulo.

O piloto da Ferrari lembrou que muitos pilotos ainda têm medo da corrida brasileira por causa da violência.

“Sou a favor de a gente fazer um projeto para divulgar imagens melhores do Brasil lá fora. O que chega lá faz com que fique uma imagem pejorativa e muitos pilotos ainda não trazem suas mulheres com medo da violência”, disse Barrichello, dando como exemplo de imagens mais divulgadas as de favelas e de pessoas surfando em trens. “Com tanta guerra lá fora, o Brasil é um dos lugares mais seguros”.

Para ele, uma das primeiras medidas a serem tomadas para mudar essa imagem em meio a pilotos e mecânicos da Fórmula 1 é melhorar as condições sanitárias do autódromo, porém descartou a construção de um novo.

“Vou lutar pelos nossos ideais sempre, mas a condições sanitárias no autódromo são péssimas. Não existe tranca na porta, precisa ser um pouco melhor. O (autódromo do) Brasil precisa passar por uma reforma, a imagem dos banheiros fica muito ruim lá fora”, disse o brasileiro, citando como exemplo a Malásia, segunda etapa do Mundial, “onde há banheiros decentes e um bom sistema de refrigeração nos boxes”.

Vitória no Brasil

O piloto brasileiro Rubens Barrichello, da Ferrari, declarou, nesta terça-feira, que espera, algum dia, vencer o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula Um, uma prova que definiu como “o destaque” de sua temporada. “Não quero que pareça uma promessa ao povo brasileiro, mas sinto que atravesso uma boa fase neste momento”, disse Barrichello.

“Sei que, mais cedo ou mais tarde, vou vencer aqui no Brasil e tudo o que posso fazer é trabalhar tanto quanto tenho trabalhado neste final de semana e esperar que a vitória venha”, continuou. “Mas, nada é certo nesse esporte”.

Barrichello, vice-campeão da temporada passada da F1, terminou em segundo lugar no GP da Malásia, há um pouco mais de uma semana, após ter abandonado a prova da Austrália, que abriu a temporada 2003 da categoria.