Banco norte-americano elogia política econômica do governo

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 5 de março de 2003 as 20:42, por: cdb

O mercado acionário brasileiro tem possibilidade de registrar valorização de até 40%, em dólar, nos próximos 12 meses, conforme avaliação do banco de investimentos norte-americano Merrill Lynch, em relatório distribuído aos clientes. Na avaliação do analista Felipe Illanes, que assina o texto sobre o Brasil, a política econômica do governo Luiz Inácio Lula da Silva está “acima” das expectativas dos investidores internacionais

Segundo ele, o “risco Brasil” tem caído de forma sistemática nas últimas semanas, está abaixo de 1.200 pontos, o menor nível dos últimos seis meses. Com isso houve um forte diferença entre os preços dos papéis de dívida (C-Bonds) e as ações nas últimas semanas. A tendência é de esse espaço se reduza, com a alta dos preços das ações.

As empresas brasileiras que compõem a carteira acompanhada pela Merrill Lynch deverão manter vendas estáveis este ano, mas com perspectivas de crescer 7,5% em 2004, superando a performance das empresas mexicanas. O lucro líquido deverá crescer 24% este ano e 22,3% em 2004. O analisa do banco internacional diz que as empresas brasileiras estão muito “mais baratas” do que as mexicanas.

Pelos preços atuais, as empresas brasileiras estão avaliadas pelo equivalente a 50% em relação às empresas mexicanas, tomando-se como referência o indicador preço/lucro e de 59% se for considerada a relação preço/valor patrimonial. A média histórica de desconto das empresas brasileiras em relação às mexicanas tem sido de 35%.