Banco Mundial prevê petróleo a US$18 por barril em três anos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 3 de setembro de 2003 as 17:12, por: cdb

O petróleo deve perder sua alta cotação com a retomada da produção do Iraque e e o aumento da produção de países fora da Organização dos Países Produtores de Petróleo (Opep), estimou na quarta-feira o Banco Mundial.

– Os preços do petróleo devem cair para o menor valor da banda de variação da Opep em 2004 – informou o Banco Mundial no relatório Perspectivas Econômicas Mundiais.

O cartel estabelece que o preço da commodity varie entre 22 a 28 dólares por barril. O barril do tipo Brent, referência londrina, encerrou a sessão vendido a 27,72 dólares, no contrato que prevê entrega em outubro, com alta de 0,20 dólar.

Em Nova York, o barril para o mesmo mês encerrou o dia negociado a 29,49 dólares, com leve alta de 0,08 dólar diante do fechamento da véspera .

Segundo o Banco Mundial, o petróleo cairá para 18 dólares por barril entre 2006 e 2007, quase 10 dólares abaixo do preço referencial, desde que a Opep não imponha controles de produção para manter os preços maiores ou iguais a 25 dólares por barril.

O Bird advertiu que a Opep pode ter dificuldades em administrar a cotação no ano que vem se as exportações do Iraque superarem os níveis de 2,5 milhões de barris por dia, anteriores à guerra.

– A Opep… terá de absorver a volta do Iraque em seu sistema de cota em algum momento e as cotas para todos os membros podem precisar de ajuste – afirmou o Banco Mundial.

Espera-se forte crescimento na produção de petróleo da Rússia, do Mar Cáspio, Africa Ocidental e nas Américas –sobretudo nos EUA devido ao desenvolvimento da exploração de poços submarinos no Golfo do México.