Banco do Maranhão continua em greve

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 13 de novembro de 2003 as 14:12, por: cdb

Os funcionários do Banco do Estado do Maranhão(BEM) completam nesta quinta-feira dez dias de greve. Eles rejeitaram a proposta salarial apresentada pela direção do banco. O presidente da instituição, Reginaldo Brandt, ofereceu um reajuste de 7% sobre o vencimento padrão e gratificação de 3% para a comissão de função, e mais um abono de R$ 1.200 a ser pago a partir da assinatura do acordo. Durante a manhã de hoje houve uma manifestação em frente à sede do banco.

O Sindicato dos Bancários informou que o movimento a cada dia se fortalece devido a privatização do banco, sinalizada no início desta semana pelo governo federal. Uma das propostas da direção do BEM feita nesta quinta é de “abonar” os dias parados, sem reflexos funcionais, e a liberação de mais um dirigente sindical.