Bagdá sofre novas explosões

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 3 de novembro de 2003 as 20:05, por: cdb

Uma série de explosões foi ouvida na capital do Iraque, Bagdá, nesta segunda-feira. Um porta-voz americano disse que vários morteiros foram disparados, mas não revelou qual ou quais teriam sido os alvos.

Agências de notícia disseram que os tiros de morteiros foram seguidos por explosões em uma área próxima ao rio Tigre, onde fica o quartel-general das tropas dos Estados Unidos.
Tampouco se sabe que se há feridos.

Karbala

Nas proximidades de um templo da cidade de Karbala, ao sul de Bagdá, um carro teria explodido e matado várias pessoas.

Os primeiros relatos dizem que até 12 pessoas teriam morrido no incidente.

Mais cedo, o presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, fez o seu primeiro comentário sobre o ataque a helicópteros americanos no domingo, que matou 16 soldados.

Para ele, os seus autores acreditam que os americanos vão fugir, mas os Estados Unidos jamais vão se deixar intimidar diante da sua tarefa de formar um Iraque livre.

No episódio de domingo, 16 soldados foram mortos e 21 ficaram feridos quando um helicóptero militar Chinook foi derrubado perto de Falluja.

Muitos dos soldados que estavam a bordo do helicóptero militar estavam saindo do país em seus dias de folga, e um deles viajava para o enterro da mãe, segundo a agência de notícias Associated Press.

Dois senadores americanos disseram que mais tropas deveriam ser enviadas ao Iraque depois do pior dia de ofensivas contra soldados americanos em seis meses.

O senador democrata Joe Biden disse que isso poderia significar dar mais poder a “aliados relutantes” dos Estados Unidos na reconstrução do Iraque.

“Temos que estar preparados para nos voltar para nossos amigos europeus e dizer ‘Precisamos de mais ajuda, estamos prontos para ampliar sua participação'”, disse Biden à rede de TV americana CBS.