Avalanche pode ter matado 110 no sul da Rússia

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 21 de setembro de 2002 as 23:02, por: cdb

Autoridades russas acreditam que pelo menos 110 pessoas podem ter morrido em conseqüência de uma avalanche que assolou vilarejos e balneários na república da Ossétia do Norte, no sul do país.

O presidente russo, Vladimir Putin, classificou a tragédia como “um desastre de grandes proporções”.

Equipes de emergência no local disseram que o pequeno vilarejo de Nizhny Karmadon, na cadeia de montanhas do Cáucaso, foi praticamente coberto pela neve. Não há esperanças de encontrar os 50 moradores com vida.

O primeiro-ministro da Ossétia do Norte, Mikhail Shatalov, afirmou que, ao todo, pelo menos 110 pessoas podem ter morrido na região.
A avalanche aconteceu por volta das 21:00, horário local, de sexta-feira.

Entre as dezenas de desaparecidos encontra-se o ator Sergei Bodrov Junior, filho do famoso diretor de Moscou, e 23 integrantes de sua equipe de filmagem, que estava rodando uma produção na área.

Após arrasar Nizhny Karmadon, a avalanche passou por vários balneários, parando somente na entrada do desfiladeiro de Karmadon.

A avalanche foi provocada pela ruptura de uma geleira no alto das montanhas. As autoridades preocupam-se também com os riscos de inundação, uma vez que o gelo se derreta.

As buscas em terra contam com o apoio de helicópteros e cães farejadores.