Austrália se decepciona com sentença dada a líder islâmico

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 3 de setembro de 2003 as 04:26, por: cdb

O governo da Austrália afirmou estar decepcionado com a sentença de quatro anos de prisão dada ao líder islâmico Abu Bakar Ba’asyir por um tribunal da Indonésia.

Abu Bakar Ba’asyir foi considerado culpado de subversão, mas escapou da pena de 15 anos pedida pela promotoria.

O religioso foi absolvido das acusações de ter tentado derrubar o governo indonésio, depois que os juízes disseram não ter evidência suficiente para provar que ele é o chefe do grupo militante islâmico Jemaah Islamiah (JI).

Mas os juízes também disseram que ele sabia da existência do grupo que, acredita-se, teria ligações com a organização al-Qaeda de Osama bin Laden e teria sido responsável pelo atentado de Bali, no ano passado e apoiava os seus objetivos.