Audiência vai analisar expansão da Uenf

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 21 de setembro de 2009 as 14:40, por: cdb

Uma audiência pública, nesta terça-feira, irá analisar a expansão da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf) para o Noroeste Fluminense e a participação da universidade no desenvolvimento regional. A audiência será promovida pela Comissão de Assuntos Municipais e de Desenvolvimento Regional da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

Além do reitor Almy Junior, a Universidade pretende levar à Alerj todos os membros de seus colegiados superiores. A audiência, marcada para a sala 316 do Palácio Tiradentes, no Centro do Rio, foi definida durante visita à Uenf do presidente da Comissão de Assuntos Municipais e Desenvolvimento Regional da Alerj, deputado Rodrigo Neves (PT). Ele esteve na Reitoria da universidade em 15 de junho e acertou com o reitor Almy Junior a convocação da discussão.

A presença da Uenf no Noroeste Fluminense está prevista já no Artigo 49 das Disposições Transitórias da Constituição Estadual, de 1989. Este Artigo é o documento legal que está na origem da criação da universidade, implantada em 1993. Nos últimos anos, várias conversações visando à materialização do preceito constitucional foram empreendidas pela Uenf junto a autoridades estaduais e municipais.

A concepção da Universidade é a de expandir-se com base no modelo projetado por Darcy Ribeiro, autor do Plano Orientador da Uenf. Este documento, que é o plano de desenvolvimento institucional da universidade, privilegia o entrelaçamento entre pesquisa, ensino e extensão e prevê a oferta de cursos de graduação, mestrado e doutorado. Graças a este modelo, a instituição conseguiu conquistar e manter um lugar entre as melhores universidades do Brasil, segundo as avaliações oficiais.

Para o reitor Almy Junior, a audiência vai ajudar a planejar a expansão da Uenf, neste momento em que se discute a atualização do Plano de Desenvolvimento Institucional na perspectiva dos próximos dez a 15 anos. Para Almy, no documento de fundação, Darcy apresenta uma chave de leitura importante para o momento presente:

– Dos planos que fiz, nenhum se cumpriu como fora pensado. Mas sua existência deu coerência e diretriz à vida universitária que prefigurou. O futuro, felizmente, é sempre imprevisível e surpreendente. Sendo assim, saúdo daqui a Universidade Estadual do Norte Fluminense, que há de ser, no mundo das coisas, tal como a história a fará –, escreveu Darcy Ribeiro.