Ato na fronteira do Brasil lembra 30 anos da Guerra das Malvinas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 19 de abril de 2012 as 21:32, por: cdb

Neste mês de abril a Argentina rememora com tristeza os 30 anos do início da Guerra das Malvinas. A guerra tirou mais de 600 vidas e interrompeu a trajetória pacífica de construção da soberania das Ilhas Malvinas. Os argentinos lamentam e resgatam a memória para fortalecer a histórica luta pela retomada do seu território.

A Argentina conta com amplo apoio internacional, sobretudo dos seus vizinhos, que constituem uma das regiões mais pacíficas do planeta e ao lado da Argentina desejam a soberania das Malvinas como território pertencente à América do Sul.

A Guerra das Malavinas teve início em 2 de abril de 1882 e se estendeu até 2 de julho do mesmo ano. As ilhas Malvinas, arquipélago situado a cerca de 500 quilômetros da costa argentina, foi palco de uma dais mais curtas, sangrentas e desnecessárias guerras que aconteceram no século 20. A região foi ocupada pelos britânicos desde o século 19 e integrava uma parcela mínima dos vastos territórios que compunham o imenso império britânico.

Após a Segunda Guerra, mesmo com o processo de descolonização, a região sul americana se manteve sob a tutela inglesa. O conflito ocorreu quando a Argentina tentava recuperar o seu território. O recente filme sobre Margaret Thatcher, “A Dama de Ferro”, que rendeu o Oscar de melhor atriz à Meryl Streep, e dirigido pela britânica Phyllida Lloyd, mostra como o episódio foi decisivo para que Thatcher se mantivesse como Primeira Ministra do Reino Unido em meio a uma grave crise política.

Veja abaixo o vídeo produzido por Rafael Gomes, diretor do Cuca da UNE e também estudante de Cinema da Universidade Latino-Americana (Unila), com imagens da cerimônia que lembrou 30 anos do início da Guerra das Malvinas, realizado na fronteira do Brasil com a Argentina.

Guerra de las Malvinas por CUCAUNE no Videolog.tv.

Da redação, com agências

 

..