Atletas do Pinheiros utilizarão piscina do Centro de Alto Rendimento

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 28 de fevereiro de 2012 as 15:33, por: cdb

Atletas do Pinheiros utilizarão piscina do Centro de Alto Rendimento

28/02/2012 – 18:26

  

Maria Finetto

A Secretaria de Esportes e Lazer da Prefeitura de Campinas e o Esporte
Clube Pinheiros anunciaram na manhã de terça-feira, 28 de fevereiro,
parceria para que a equipe de Natação do clube utilize a piscina do
Centro Esportivo de Alto Rendimento (CEAR) durante sua preparação para
os Jogos Olímpicos de Londres. Primeiramente, o grupo formado
pelos atletas Felipe França, Bruno Fratus, João Luis Gomes Jr.,
Guilherme Guido, Gabriel Mangabeira, Henrique Martins, Raphael
Rodrigues, Carolina Bergamaschi e Tatiane Sakemi ficarão em Campinas
para se preparar para o Sul-Americano em Belém e alguns Grandes Prêmios.

 

Depois, o grupo fará estágios de preparação no local, para o Troféu Maria
Lenk, em abril e para a Tentativa Olímpica, em maio – as últimas seletivas
para obtenção de índice para os Jogos Olímpicos de Londres.

Com a parceria, o Clube pretende manter a equipe comandada pelo
técnico Arilson Silva concentrada, com dedicação exclusiva e ótimas
condições de treinamento, já que a piscina olímpica do CEAR agradou a
todos. “Nós nos sentimos honrados com a cessão do espaço no Centro
Esportivo de Alto Rendimento, que está bem integrado ao clube – um
grande formador de atletas pan-americanos e olímpicos. Estamos felizes
com essa parceria que é muito importante para nós e, penso que para
Campinas também”, disse o presidente do Esporte Clube Pinheiros, Luís
Eduardo Dutra Rodrigues.

O prefeito de Campinas, Pedro Serafim disse que condições favoráveis
colocaram o Clube Pinheiros e a cidade de Campinas, um no caminho do
outro. Para Serafim, ambos saem ganhando com a parceria que é parte de
um projeto maior que ele espera que vá além da preparação para os
Jogos Olímpicos de Londres e fomente o esporte na cidade e região. “A
parceria faz parte de um alicerce social de tirar crianças da ociosidade, da vulnerabilidade das drogas e trazer para uma vida saudável por meio da prática esportiva. O esporte é parte do nosso planejamento e seremos melhor ajudados com um parceiro que é grande formador de atletas, professores e técnicos e tem expertise de revelar novos talentos”.

Segundo Serafim, os atletas do clube passarão a contar também com a
torcida da população campineira. “A partir de agora, teremos uma
equipe para acompanhar e torcer para o Pinheiros de Campinas”, disse o
prefeito que ganhou uma camisa do clube emoldurada e com
autógrafos dos atletas. Serafim agradeceu e disse que o presente
ficará exposto em seu gabinete.

Estrutura
“O projeto de Campinas tem sido muito positivo, pois conseguimos
perceber que a união entre o grupo e a comissão técnica só aumenta”,
disse o atleta Felipe França. Seu companheiro no nado peito, João Luis
Gomes Jr., também aprovou a ida para a cidade, já que a estratégia irá
ajudá-lo a manter o foco na disputa pela vaga em Londres. “Com esta
estrutura conseguimos nos manter blindados para esta reta final até
Londres. Assim, não precisamos nos preocupar com o estresse de uma
cidade grande como São Paulo”, comentou.

 

O velocista Bruno Fratus, classificado para a prova dos 50m livre,
destacou a importância de treinar ao lado de atletas com o mesmo
objetivo. “A ideia é se sentir bem, feliz para, na hora do treino,
estarmos motivados e centrados. Quando temos em nossa volta pessoas
com o mesmo objetivo, fica mais fácil se manter focado”, garantiu
Fratus. Os três possuem índice para os Jogos Olímpicos de Londres
(Felipe França e João Luis Gomes Jr. estão classificados para a prova
dos 100m peito e Bruno Fratus tem índice para a prova dos 50m livre).

De olho em 2016
Segundo o diretor de esportes aquáticos e individuais do Clube
Pinheiros, Marcelo La Terza Santos, esse é apenas o piloto de um
projeto maior para os Jogos Olímpicos de 2016. “A princípio, a ideia é
oferecer um espaço de alto nível para o treinamento dos atletas
classificados e para aqueles que ainda buscam o índice para Londres.
Mas, o nosso objetivo é fomentar a natação em Campinas e região,
desenvolvendo uma ação com as escolinhas e centros de treinamento em
busca de novos talentos no esporte”, revela.

 

Para o secretário de Esportes e Lazer de Campinas, Caio Carneiro
Campos, a parceria com o Clube Pinheiros é resultado do esforço de
Campinas e do Brasil em revelar talentos, desenvolver e dar condições
para o esportista se tornar um atleta de alto rendimento. “É uma
honra para o município receber uma equipe com o nível do Pinheiros. É
importante para Campinas ter sido escolhida para essa experiência que
já é um sucesso”.

Campos lembrou que Campinas foi agraciada por receber o único Centro
Esportivo de Alto Rendimento (CEAR) da região Sudeste e estar entre os
cinco centros implantados no país. O centro está sendo construído e o
secretario se comprometeu a dar uma destinação mais adequada ao local,
com as sugestões da equipe do Pinheiros para que seja a referência
para o esporte regional e nacional e permita que Campinas receba os
principais atletas brasileiros e eventos nacionais e internacionais na
área. “Ao final desse estágio de preparação para os Jogos Olímpicos de
Londres, vamos ouvir as sugestões, se acharem necessárias, para que o
CEAR se firme e desenvolva a formação do atleta de alto rendimento”, afirmou.

O complexo aquático do CEAR ficou pronto em maio de 2011 e, desde
então, é usado pela equipe campineira de natação da Apanc – Associação
de Pais e Amigos da Natação de Campinas e por sediar torneios do
Comitê Paraolímpico Brasileiro. O local possui uma piscina olímpica
oficial, uma piscina semiolímpica, uma piscina para saltos com mais de
cinco metros de profundidade, uma plataforma que permite saltos de 3,
5, 8 e 10 metros, além das arquibancadas, vestiários e área
administrativa. O CEAR tem ainda uma pista de atletismo, quadras de
tênis e projeto para a construção de um ginásio poliesportivo.