Atentado suicida deixa mortos e feridos em Camarões

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016 as 11:53, por: cdb

 

A autoria do atentado ainda não foi reivindicada por nenhum grupo terrorista, mas a região do extremo norte dos Camarões é palco de frequentes ataques do grupo islamico radical nigeriano Boko Haram

 

Por Redação, com ABr – de Yaoundé:

 

Pelo menos 17 pessoas morreram nesta sexta-feira em um atentado suicida que ocorreu em um mercado, próximo à cidade de Mora, na região do extremo borte dos Camarões.

Por volta das 8h40 (5h40 em Brasília), dois homens acionaram os explosivos que transportavam presos ao corpo, quando várias pessoas chegavam ao mercado. As forças de segurança camaronesas procuram um terceiro suspeito, que teria fugido, disseram as mesmas fontes.

Pelo menos 17 pessoas morreram nesta sexta-feira em um atentado suicida
Pelo menos 17 pessoas morreram nesta sexta-feira em um atentado suicida

A autoria do atentado ainda não foi reivindicada por nenhum grupo terrorista, mas a região do extremo norte dos Camarões é palco de frequentes ataques do grupo islamico radical nigeriano Boko Haram.

A explosão acontece uma semana depois que duas meninas cometeram um atendado suicida, durante um funeral em Nguetchéwé, na mesma região do país, quando pelo menos oito pessoas morreram.

As forças de segurança camaronesas acreditam que o Boko Haram utiliza crianças e adolescentes para transportar os explosivos, que são acionados à distância por milicianos do grupo.

Os Camarões registraram mais de 30 atentados terroristas, desde o início do ano, perpetrados pelo Boko Haram. De acordo com dados governamentais, cerca de 30 pessoas morreram nestes ataques.

Os jihadistas nigerianos aumentaram os atentados suicidas na região do lago Chade, após o início das operações da força multinacional regional contra o Boko Haram. A região é de difícil controle devido à quase ausência de postos ao longo das fronteiras entre a Nigéria, Camarões, Chade e Níger.

Na terça-feira, forças da Nigéria e dos Camarões reconquistaram a localidade de Goshi, no estado de Borno (nordeste da Nigéria) e libertaram mais de 100 reféns. Na operação foram mortos mais de 162 milicianos do Boko Haram, informaram as autoridades camaronesas.