Atentado na Casablanca e Turquia pode ter tido o mesmo autor

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 1 de dezembro de 2003 as 23:29, por: cdb

Um agente da Al-Qaeda, suposto mentor intelectual de um atentado em Casablanca, pode ser o mesmo dos ataques que causaram 61 mortes no mês passado em Istambul, na Turquia, de acordo com uma fonte marroquina.

Abu Musab al-Zarqawi, considerado pela inteligência norte-americana um estreito colaborador de Osama Bin Laden, teria participação nos atentados de Istambul. As autoridades turcas atribuem à Al-Qaeda os quatro atentados de 15 e 20 de novembro.

As autoridades marroquinas identificaram Zaqawi em julho como o mentor intelectual de uma onda de atentados suicidas que mataram 33 pessoas que estavam nos locais e 12 suicidas em maio em Casablanca.

O secretário de Estado dos EUA, Colin Powell, visitará em breve o Marrocos, que Washington considera um aliado regional crucial na luta contra o terrorismo. Powell se reunirá com o rei Mohammed VI em Marrakesh.

Zarqawi é suspeito de assassinar o diplomata norte-americano Laurence Foley na Jordânia e de coordenar as operações anti-americanas no Iraque. O paradeiro dele é desconhecido.

Quando apresentou os argumentos de Washington a favor da guerra contra o Iraque no Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU), Powell destacou que o regime de Saddam Hussein permitia que Zarqawi operasse a partir de Bagdá.

Zarqawi fugiu do Afeganistão durante a guerra liderada pelos EUA para derrubar o regime talibã. Ele passou pelo Irã e recebeu tratamento médico em Bagdá em meados de 2000, de acordo com fontes norte-americanas.