Atentado em teatro mata chefes do Comitê Olimpíco e da Federação de Futebol da Somália

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 4 de abril de 2012 as 09:04, por: cdb
Soldados carregam o corpo do presidente da federação somali de futebol, Said Mugabe, morto no atentado

Um atentado em um teatro da Somália matou o chefe do Comitê Olímpico do país, Aden Yabarow Wiish, e da Federação de Futebol, Said Mohamed Nur, além de outras quatro pessoas, informaram autoridades locais.

O primeiro-ministro, Abdiweli Mohamed Ali, também estava presente na cerimônia que marcava o primeiro aniversário do lançamento de uma emissora estatal, mas relatou à BBC não ter sofrido ferimentos. Cerca de 200 pessoas estavam no local.

Acredita-se que o ataque tenha sido perpetrado por um homem bomba. Testemunhas afirmam que os explosivos foram detonados por uma mulher. Recentemente reaberto após reformas, o Teatro Nacional da Somália foi fechado nos anos 1990.

Militantes do grupo Al-Shabab, que controlam partes do país e têm mantido confrontos com forças de segurança nos últimos anos, já realizaram diversos ataques na capital somaliana.

Comments are closed.