Atentado à bomba mata nove e fere 33 na Indonésia

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 1 de janeiro de 2004 as 10:19, por: cdb

Pelo menos nove pessoas morreram e outras 33 ficaram feridas com a explosão de uma bomba quando uma multidão comemorava a entrada do ano em uma localidade da conflituosa província de Aceh, no extremo norte da ilha de Sumatra, na Indonésia.

Segundo informou o porta-voz do Exército, o coronel Ahmad Basuki, a explosão aconteceu em frente a um edifício governamental de Peurelak, distrito de Aceh Leste, no momento em que um número de pessoas não especificado comemorava com duas horas de antecipação a mudança de ano. Basuki assinalou que o artefato, de fabricação caseira, provocou ferimentos graves em doze dos feridos, os quais permanecem internados em dois hospitais da área.

O porta-voz militar responsabilizou os separatistas do Movimento para a Libertação de Aceh (GAM) pela autoria do atentado, acusação que não foi respondida pelos rebeldes. Aceh é o cenário de uma guerra separatista que começou em 1976, quando o GAM foi fundado para estabelecer uma estado islâmico independente nesta província rica em gás, petróleo e outros recursos naturais.

O conflito aumentou desde que em 19 de maio o Exército lançou a maior ofensiva para acabar com os rebeldes, e que continuará em 2004. A ofensiva, declarada junto à lei marcial na província, causou até o momento a morte de 1.200 rebeldes, 70 membros das forças de segurança e 470 civis, segundo cifras facilitadas pelos militares.