Até dia 29, organizações participam de Encontro Nacional de Diálogos e Convergências

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 27 de setembro de 2011 as 15:41, por: cdb

Teve início nesta segunda-feira (26), em Salvador, Bahia, região Nordeste do Brasil, o Encontro Nacional de Diálogos e Convergências, que refletirá sobre os temas da agroecologia, saúde, e justiça ambiental, soberania alimentar, economia solidária e feminismo. O encontro que reúne representantes de movimentos sociais, organizações, pesquisadores e estudantes de todo Brasil, seguirá com suas atividades até a próxima quinta-feira, dia 29 de setembro.

O encontro pretende valorizar as experiências de resistência nos territórios, a partir das formas de se fazer agricultura e relação com meio ambiente. Para tanto, foram realizadas oficinas territoriais realizadas no norte de Minas Gerais, no planalto serrano de Santa Catarina e no agreste da Paraíba.

Segundo Denis Monteiro, secretário executivo da Articulação Nacional de Agroecologia (ANA), o evento pretende ser um espaço de idéias e crítica. “Nossa expectativa é que as entidades contribuam com suas experiências de superação e saiam com uma visão do trabalho em rede, além de colaborar com a construção de soluções alternativas para as crises ambientais no país”, disse.

Denis afirma que as entidades, além das denúncias que serão apresentadas no Encontro, irão expor propostas viáveis, como forma de demonstrar que é possível superar desafios diante do agronegócio, agrocultivo, e da construção das hidrelétricas do Rio Madeira na região do Amazonas, e Belo Monte, na região do Pará.

“As experiências como a agroecologia, por exemplo, tem demonstrado que é possível a convivência sadia com o meio ambiente sem explorações e violações”, opina.

Denis acrescenta ainda que “a crise é fruto da implantação de um modelo que visa o lucro e não a vida das pessoas e as soluções não estão com os agentes do mercado, mas nas iniciativas populares”.

No final do evento, será feita uma carta com encaminhamento de todas as propostas elaboradas. O documento será entregue ao Ministro da Secretaria Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, no último dia do encontro, no entanto, o ministro avisou que não estará presente.

Programação

Amanhã (28), será realizado um momento de diálogos temáticos e lançamento do livro “Agrotóxico no Brasil: um guia para a ação em defesa da vida”. Os trabalhos serão encerrados com apresentações culturais. Na quinta-feira (29) o encontro contará com a realização de oficinas simultâneas sobre “Conhecimento, informação e poder”, “inter-mapas” e “comunicação”. No final do dia será feita a leitura e aprovação da carta de política do Encontro.