Ataques de Israel já mataram 21 palestinos desde sexta

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 12 de março de 2012 as 09:57, por: cdb

Três palestinos, incluindo um estudante de 15 anos, foram mortos na Faixa de Gaza nesta segunda (12), em novos ataques aéreos de Israel. O bombardeio elevou o número de vítimas fatais para 21 palestinos, e de feridos para ao menos 74, na maior parte civis, desde que a violência começou na sexta-feira.

Um indivíduo de 24 anos, identificado como Suleiman Abu Mutla, foi morto no leste da cidade de Khan Yunis, enquanto outro, cuja identidade ainda não foi divulgada, foi atingido mortalmente pelos raids aéreos quando seguia de moto no sul da mesma cidade, precisaram as mesmas fontes.

Leia também:
Irã não teme ação militar do Ocidente e condena ataques de Israel a Gaza
 Questionado sobre a morte do menino, o Exército israelense disse não saber de nenhum ataque naquela área no momento. Mas afirmou que a força aérea havia atacado Gaza repetidamente durante a noite, segundo Israel, em resposta a mais de 25 lançamentos de foguetes.

Os novos ataques de aviões israelitas foram realizados esta madrugada. Israel pediu a intervenção do conselho de segurança das Nações Unidas por causa da violência que se regista desde sexta-feira em Gaza e afirmou que tomará “todas as medidas” para proteger os civis.

A liderança do grupo Hamas em Gaza, cuja força militar se manteve fora dos confrontos, afirmou no domingo que o país vizinho Egito trabalhava para acabar com a violência e consultava outros militantes. Mas o Hamas disse que Israel teria de parar com os ataques aéreos primeiro.

Dois chefes dos Comitês de Resistência Popular (CRP), grupos armados independentes acusados por Israel de planejarem um ataque através do deserto de Sinai, no Egito, foram mortos na sexta-feira. Israel sinalizou a continuidade daquilo que chama de operações “preventivas”.

Com agências

 

..