Ataques aéreos sauditas miram houthis em Sanaa

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 22 de maio de 2015 as 12:23, por: cdb
Explosão após ataque aéreo em Sanaa, capital do Iêmen
Explosão após ataque aéreo em Sanaa, capital do Iêmen

 

Ataques aéreos liderados pela Arábia Saudita continuaram a perseguir militantes houthis na capital do Iêmen, Sanaa, nesta sexta-feira, disseram moradores da região à agência inglasa de notícias Reuters.

Os moradores disseram que os ataques tinham foco no complexo presidencial em Sanaa e áreas militares houthis em regiões montanhosas nos arredores da capital.

Estado Islâmico reivindica ataque

Uma bomba explodiu em uma mesquita houthi xiita na capital do Iêmen, Sanaa, nesta sexta-feira, ferindo 13 pessoas, disse uma fonte de segurança, e o Estado Islâmico reivindicou responsabilidade pelo ataque em publicação no Twitter.

O bombardeio aconteceu em um cenário de guerra civil no país. Rebeldes houthi apoiados pelo Irã tomaram grandes partes do território, incluindo Sanaa, levando a formação de uma aliança apoiada pela Arábia Saudita, que usa ataques aéreos para tentar parar os avanços. Militantes islâmicos sunitas buscam estender sua influência em meio ao caos.

– Membros do califado em Sanaa detonaram um aparelho explosivo em uma mesquita houthi no distrito do povo… que levou a morte e ferimento de muitos deles (houthis) – informou o Estado Islâmico.

De acordo com uma fonte da segurança em Sanaa, dois dos 13 feridos estavam em condições críticas. A fonte adicionou que a bomba foi plantada dentro da mesquita antes das orações de sexta-feira.

Anteriormente neste ano, um grupo de militantes islâmicos no Iêmen renunciaram sua lealdade ao líder de Al Qaeda e juraram aliança ao chefe do Estado Islâmico.

Em abril, uma nova afiliação do grupo Estado Islâmico no Iêmen publicou um vídeo mostrando o que disseram ser a decapitação de quatro soldados do Iêmen e o fuzilamento de outros 10.