Assessor diz que Bin Laden está vivo e lutando

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 13 de dezembro de 2001 as 14:56, por: cdb

O dissidente saudita Osama Bin Laden – apontado pelos Estados Unidos como responsável pelos atentados de 11 de setembro – continua vivo e lutando no Afeganistão. A afirmação foi feita por seu principal assessor, Ayman al-Zawahri, em entrevista a uma revista publicada em árabe e baseada em Londres.

Al-Zawahri, que segundo acusações teria tido um papel de liderança na organização dos ataques a Nova York e Washington, disse à revista Al-Majallah que ele e outros líderes da rede Al-Qaeda não vão “fugir do Afeganistão”. “Nós não nos escondemos em cavernas e não fugimos do confronto. O suicídio é o nosso desejo e nossa vitória”, disse Al-Zawahri, segundo a revista. A entrevista, feita por telefone, está sendo publicada nesta quinta-feira. O militante, líder do movimento Jihad Islâmica Egípcia, também disse que uma mulher teria matado dois americanos no Afeganistão num ataque suicida. Mas o Pentágono negou a informação.

Aparentemente, a entrevista confirma que Al-Zawahri não foi morto – como chegou a ser divulgado – por uma bombardeio realizado pelos Estados Unidos na semana passada, mas sua mulher e seus filhos teriam morrido no ataque.

Os Estados Unidos continuaram a bombardear posições da Al-Qaeda na região de Tora Bora, no leste do Afeganistão, nesta quinta-feira. O comandante das forças anti-Talibã na região, Hazrat Ali, havia dado novo prazo até a manhã desta quinta para que os seguidores de Bin Laden se rendessem e entregassem os seus líderes. Um ultimato semelhante venceu na quarta-feira, sem que os membros do Al-Qaeda se entregassem.