Arruda, firme e forte, continua preso na superintendência da PF

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 11 de março de 2010 as 12:57, por: cdb

O cardiologista Brasil Caiado, médico pessoal do governador afastado e preso, José Roberto Arruda (sem partido, ex-DEM), chegou no início desta tarde à Superintendência da Polícia Federal para uma visita ao seu paciente, que vinha reclamando de dores no tornozelo. Ele estava na companhia de uma secretária que o ajudará nos procedimentos médicos que diagnosticaram a arritmia cardíaca leve apresentado por Arruda na véspera.

Sobre os resultados dos exames de sangue e urina de Arruda, a PF afirmou que teve acesso no fim da tarde desta quarta-feira, e ambos os testes não apresentaram qualquer alteração. No entanto, Caiado afirmou aos jornalistas que estava com os resultados dos exames de urina e sangue feitos por Arruda na véspera, mas ainda não os havia analisado.

Na noite passada, o médico deixou com o governador um aparelho que faz aferição de pressão seis vezes ao dia por três dias, o intuito é acompanhar se a pressão de Arruda continua apresentando grandes oscilações, após a prescrição de um novo medicamento feito pelo médico na última terça-feira.