Argentinos acompanham cortejo fúnebre das vítimas de tiroteio

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 29 de setembro de 2004 as 15:49, por: cdb

O cortejo fúnebre das três vítimas do tiroteio provocado por um adolescente, na escola Islas Malvinas, em Carmen de Patagones, a 957 km da capital, Buenos Aires, foi acompanhado por centenas de pessoas. A caminhada atravessou lentamente as ruas da cidade, seguido pelos estudantes e familiares, até chegar ao cemitério.

Autoridades disseram que o adolescente de 15 anos, autor dos assassinatos, não explicou as razões que o levaram a disparar contra seus colegas com uma pistola 9 mm. Na última terça-feira, ele foi levado a um centro juvenil ao sul da Argentina onde iria fazer testes psiquiátricos.

O governo também enviou psicólogos para ajudar aos estudantes que ainda estão em estado de choque e se recusam a voltar às aulas.

O adolescente que disparou contra seus colegas é filho de um membro da Polícia Naval argentina, de quem teria roubado a arma.