Arena Corinthians começa a ser construída em São Paulo para Copa de 2014

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 18 de julho de 2011 as 08:11, por: cdb

Por Tatiana Amin 18/07/2011 às 10:59

O futuro estádio do Corinthians e um dos fortes concorrentes à abertura da Copa do Mundo de 2014, no Brasil, começou a ser erguido. O projeto, que até o momento não havia saído do papel, passa a ser traçado na região de Itaquera, zona leste de São Paulo.

O futuro estádio do Corinthians e um dos fortes concorrentes à abertura da Copa do Mundo de 2014, no Brasil, começou a ser erguido. O projeto, que até o momento não havia saído do papel, passa a ser traçado na região de Itaquera, zona leste de São Paulo. A construtora Odebrecht, responsável pela obra, inicio a perfuração do terreno na última sexta-feira (15). O processo é lento, e o engenheiro responsável pela obra garante que vai aumentar o maquinário nos próximos dias. Até o momento os funcionários estão apenas distribuindo bate-estacas pelo local (ao todo serão cravadas 3.300). Entretanto o contrato entre a empresa e o time paulista ainda não foi assinado. Segundo o engenheiro Marco Antônio, da Odebrecht, a negociação só deve ser finalizada quando o empréstimo de R$ 400 milhões do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) for liberado. Estimasse que o valor total da obra será de R$ 820 milhões. O Itaquerão deve estar pronto entre fevereiro e março de 2014, às vésperas da estreia do Mundial. Atualmente 210 operários e 90 máquinas trabalham na obra. Mas os números de empregados devem chegar até 2 mil nas próximas etapas da construção. Assim como em São Paulo, as outras 12 cidades-sede da Copa do Mundo estão correndo contra o tempo. Nunca se valorizou tanto um Curso de Engenharia no Brasil. Afinal são estes profissionais que são os responsáveis por garantir o cenário para o maior espetáculo da Terra. Os trabalhos envolvem a reforma dos estádios para adequação dos equipamentos ao padrão Fifa, assim como a construção de novas arenas. Os jogos serão realizados em Porto Alegre, Estádio Beira-Rio; Curitiba, Arena da Baixada; São Paulo, Arena Corinthians; Rio de Janeiro, Maracanã; Belo Horizonte, Estádio Mineirão; Cuiabá, Arena Pantanal; Brasília, Mané Garrincha; Salvador, Arena Fonte Nova; Recife, Arena Pernambuco; Fortaleza, Estádio Castelão; Natal, Estádio das Dunas e Manaus, Arena Amazônia. Mas as obras não se remetem apenas aos estádios, muitos avanços na infra-estrutura destas cidades também fazem parte da meta do governo brasileiro. Como melhoria nas instalações dos aeroportos, transporte público, assim como a construção de um trem bala ligando as suas maiores cidades do país: São Paulo e Rio (este projeto ainda não foi aprovado e provavelmente não saia do papel até o Mundial).

Email:: tatiana.segala@gmail.com