Araraquara recebe recursos do Programa Município Verde Azul

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 4 de abril de 2012 as 15:51, por: cdb

 

Prefeito Marcelo define que a verba será utilizada na aquisição de equipamentos para a Cooperativa Acácia

Prefeito Marcelo em reunião com secretário estadual de Meio Ambiente, Bruno Covas
 Em reunião, nessa quarta-feira (4), com o prefeito Marcelo Barbieri, o secretário de Estado de Meio Ambiente, Bruno Covas, informou que Araraquara receberá R$ 238 mil do Governo Estadual em razão da boa colocação que a cidade obteve no Programa Município Verde Azul, cuja certificação foi entregue na última segunda-feira. A verba será destinada ao município como financiamento na modalidade não reembolsável, por meio do Fundo Estadual de Prevenção e Controle da Poluição. O prefeito Marcelo definiu que o recurso será investido na Cooperativa Acácia com a finalidade de potencializar a gestão dos resíduos sólidos com a melhoria do Centro de Triagem. “O recurso será aplicado na compra de equipamentos para melhorar a produtividade da Acácia com o intuito de gerar mais renda para os cooperados”, afirmou o prefeito Marcelo. A aquisição dos equipamentos é um dos itens que compõe um projeto iniciado em janeiro de 2012 pelo Ciesp, Senai, Daae e Prefeitura, que tem entre os objetivos melhorar a produtividade de triagem e venda a partir da reorganização dos processos. “Com esse investimento poderemos avançar no projeto de valorização dos cooperados e do trabalho desenvolvido por eles”, destacou a diretora do Ciesp, Eneida Miranda de Toledo.

  Verde Azul Araraquara conquistou pelo terceiro ano consecutivo o Certificado de Município Verde Azul. A cidade classificou-se na 13ª posição do ranking, com 93,08 pontos, saltando 12 colocações em comparação a 2010, quando ocupou a 25ª posição. Em 2011, foram 158 cidades premiadas, num total de 485 municípios inscritos. Pelo projeto, o Governo Estadual confere o certificado a cidades que obtiverem, no mínimo, nota 80 em quesitos ambientais, como esgoto tratado, preservação e recuperação de mata ciliar e proteção de mananciais, entre outras atribuições.