Aprovar medidas de ajuste no Congresso continua como prioridade

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 23 de novembro de 2015 as 14:01, por: cdb

Por Redação, com Reuters e Agências de Notícias – de Brasília:

O governo segue empenhado no diálogo com o Congresso Nacional para aprovar as medidas relativas ao ajuste fiscal e passar a discutir uma agenda de retomada do crescimento econômico do país, disse nesta segunda-feira o ministro da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, Edinho Silva.

Congresso
Silva disse, ainda, que o PT tem “total autonomia” para definir sua posição sobre

Em entrevista no Palácio do Planalto, depois de reunião de coordenação com a presidenta Dilma Rousseff, o ministro ainda reiterou a importância da recriação da CPMF para o equilíbrio das contas públicas.

Sobre o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), disse que o PT tem “total autonomia” para definir sua posição sobre o peemdebista.

– O governo da presidenta Dilma é formado pelo PT e por outros partidos que formam a coalizão e o PT tem total autonomia para construir suas posições dentro do Legislativo – disse Silva.

– O diálogo do governo da presidenta Dilma com o Legislativo é no sentido de criar uma agenda de interesse para o país, que passa, no momento, pela aprovação das medidas de ajuste para que o país entre na agenda da retomada do crescimento econômico – completou.

Cunha é acusado de quebra de decoro parlamentar por supostamente ter mentido em depoimento à CPI da Petrobras ao afirmar não ter contas no exterior. Documentos dos Ministérios Públicos do Brasil e da Suíça apontam a existência de contas bancárias de Cunha e familiares no país europeu.

Denúncia

Deputados do Conselho de Ética reuniram-se a portas fechadas, na tarde desta quinta-feira, para ouvir e conferir a veracidade das denúncias de que o deputado Fausto Pinato (PRB-SP) e seu familiares são alvos de ameaças. Pinato é relator do processo contra o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), no Conselho de Ética e já se posicionou favoravelmente à abertura das investigações relativas aos atos praticados que quebram o decoro parlamentar e podem significar o fim de seu mandato.

Pressionado por Cunha, o presidente do Conselho de Ética, deputado José Carlos Araújo, transferiu para a próxima terça-feiraa leitura do relatório prévio apresentado pelo deputado Fausto Pinato (PRB-SP) ao processo contra o presidente da Câmara. Os deputados reuniram-se no plenário, em uma sessão informal do Conselho, na qual o advogado de Cunha Marcelo Nobre afirmou que não teve oportunidade de defesa antes da apresentação do relatório prévio de Fausto Pinato.