Aprovação de plebiscito pode favorecer resposta enérgica da China

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 27 de novembro de 2003 as 04:02, por: cdb

O governo chinês advertiu Taiwan sobre uma resposta enérgica se for aprovada nesta quinta-feira uma lei sobre plebiscito que é vista em Pequim como o caminho em direção à independência.

As autoridades de Taiwan defenderam sua posição alegando que têm o direito de decidir sobre sua própria legislação e que não necessitam convocar um referendo sobre sua independência porque ‘porque já somos uma nação independente’ e pedem a Pequim para que ‘deixe de interferir em seus problemas internos’.

O porta-voz do Escritório de Assuntos de Taiwan na capital chinesa, Zhang Mingqing, declarou que se for aprovada a nova lei para regulamentar o referendo sobre a independência da ilha ‘nós nos veremos obrigados a responder energicamente’.