Após mortes no Iraque, movimentos pela paz nos EUA continuam

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 4 de setembro de 2003 as 00:08, por: cdb

Ativistas que lutam pela paz disseram nesta quarta-feira que a preocupação crescente com as vítimas americanas no Iraque fez com que o movimento antiguerra dos Estados Unidos voltasse à ativa, depois de meses de uma relativa calma.

A Coalizão ANSWER (sigla em inglês para Aja Agora para Parar a Guerra e Acabar com o Racismo), liderada pelo ex-procurador-geral dos EUA Ramsey Clark, disse que planeja realizar um protesto em Washington no dia 25 de outubro para exigir a retirada dos soldados dos EUA estacionados no Iraque.

Mais soldados americanos morreram na ocupação do Iraque desde que o presidente George W. Bush declarou o fim dos combates, em 1º de maio, do que durante a guerra.

Clark, que serviu no governo do presidente Lyndon Johnson, disse querer que os Estados Unidos retirem suas tropas do Iraque.

– Em 25 de outubro vamos nos unir e dizer ‘tragam os soldados de volta para casa’ – disse.

A ANSWER organizou uma série de manifestações em Washington, São Francisco e outras cidades dos EUA antes da invasão dos EUA em março, levando centenas de milhares de pessoas às ruas.